Como abrir uma empresa de corretagem de imóveis no Rio de Janeiro

Como abrir uma empresa de corretagem de imóveis no Rio de Janeiro?

Você adora a ideia de atuar no setor imobiliário e, por isso, não vê a hora de abrir a sua empresa de corretagem?

Se a sua resposta for “sim,” antes de tudo, preciso compartilhar contigo alguns pontos que irão lhe economizar tempo, dinheiro e, além disso, protegê-lo contra todo o stress e dor de cabeça que, geralmente, surgem na hora de abrir uma empresa.

Portanto, reflita sobre as questões a seguir

  • O que é ser um Corretor de Imóveis?
  • Por que ser um Corretor de Imóveis?
  • Preciso realmente estar regulamentado para abrir uma Imobiliária?

Essas são apenas algumas das principais questões que você deverá refletir antes de dar o próximo passo. Afinal, não há investimento pior do que aquele que consome o seu ativo mais precioso, o seu tempo, e, além disso, não lhe confere nenhuma contrapartida: o resultado satisfatório.

Porém, você poderá dizer: sou corretor e estou com o meu status regular no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) da minha região. Portanto, disponho do necessário para dar o próximo passo e, assim, abrir a minha empresa.

Será mesmo?

Digo isso, pois a contabilidade possui um compromisso que extrapola o “Abrir uma Corretora de Imóveis para você.” Assim, nosso objetivo também é cuidar da saúde da sua empresa. Porém, além disso, queremos que você conquiste o sucesso desejado e deixe a sua marca no mundo.

Por isso, se você não quer ser mais 1 em meio a multidão, além de abrir a sua imobiliária e consolidar-se ao longo do tempo, atente-se aos 4 passos simples que compartilharei contigo a seguir:

Você já parou para pensar sobre o quanto a profissão do Corretor de Imóveis é realmente importante?

Digo mais: será que você, possivelmente, um corretor com uma certa vivência, já parou para analisar o quanto o êxito da sua futura empresa está atrelado à importância dada ao seu cliente?

Será que você já compreendeu onde eu quero chegar?

Caso não tenha compreendido ainda, veja as frases abaixo e me diga se você já “pronunciou” alguma delas:

  • “Não sou Uber para ficar dando volta pela cidade com o meu cliente!”
  • “Não sou chaveiro para ficar abrindo a porta da casa para o meu cliente!”
  • “Não sou guia de turismo para ficar mostrando a cidade para o meu cliente!”

Se você nunca as pronunciou em algum momento, meus parabéns!

No entanto, há relatos de “Corretores” que agem dessa forma. Assim, saiba que para você Abrir uma Empresa de Corretagem e consolidá-la ao longo do tempo, dispor da mentalidade correta para realizar o seu intento será imprescindível.

Não pense que eu não sei que existem “clientes” que agem de má fé e não possuem a devida consciência quanto ao seu serviço.

Porém, não se esqueça: para fazer a sua empresa acontecer, você deverá se diferenciar, ser mais do que um Gestor de Imóveis. Ou seja, você deverá ser um Gestor de Relacionamentos, Expectativas e também de Emoções.

Afinal, você quer manter a constância no crescimento da sua Imobiliária, certo?

Por isso, conhecer bem os seus clientes será o princípio para que possa ajudá-los de forma personalizada e, consequentemente, obter o resultado desejado.

Dito isso, atente-se ao tópico a seguir!

Abrir uma Empresa de Corretagem não é algo fácil. Portanto, me diz: você já fez o Plano de Negócios da sua Imobiliária para evitar possíveis riscos e maximizar os seus resultados?

Pontos do Plano de Negócios

Caso não tenha feito ainda, não vacile, conheça os principais pontos do Plano de Negócios, que demandam uma maior atenção, a seguir:

  • Análise de Mercado: conhecer a fundo os seus Clientes, Concorrentes e Fornecedores é imprescindível para que a sua Empresa de Corretagem de Imóveis possa se firmar no mercado. Assim, essa etapa é muito importante, pois servirá de direcionamento para o seu negócio dar certo;
  • Plano de Marketing: desenvolva estratégias de Marketing a respeito do seu Serviço, Ponto de Venda, Promoção e Preço. Afinal, são através dessas estratégias fundamentais que você ajudará o seu cliente a encontrar a casa dos sonhos dele e, consequentemente, gerará renda para a sua Imobiliária;
  • Plano Operacional: na etapa em questão, você pensará a Localização do seu empreendimento, Instalação Física e uso de Equipamentos. Além disso, analisar a sua Capacidade Produtiva, quantos Clientes poderão atender por mês e quantos Colaboradores você terá será imprescindível;
  • Plano Financeiro: essa etapa será a derradeira, pois você deverá comprovar se tudo que almeja para a sua Empresa de Corretagem Imobiliária será possível. Portanto, conhecer as estimativas de Custos Fixos e Variáveis, Despesas, Capital de Giro, Fluxo de Caixa e de Lucros será necessário.
  • Análise de Cenário e Análise Estratégica: esses pontos devem ser analisados juntos. Afinal, será através da busca pela previsão de possíveis cenários que a sua Imobiliária poderá traçar estratégias relevantes para o negócio. Ou seja, evitar riscos e maximizar ganhos.

Você percebe o quão robusta é a estrutura de um Plano de Negócios?

Você já validou a ideia para Abertura da sua Empresa de Corretagem de Imóveis e agora não vê a hora de concretizar os seus sonhos, né?

Porém, muita calma nessa hora! Afinal, você precisará antes de tudo resolver a questão burocrática necessária para a abertura da sua Imobiliária. Assim, conheça as principais etapas a seguir:

Etapas para abertura da sua empresa de corretagem

  • CRECI: já mencionei, mas torno a frisar que você necessitará do seu Título registrado nessa instituição (Conselho Regional de Corretores Imobiliários). Afinal, a mesma é a responsável por permitir a sua atuação de forma legal e em âmbito nacional;
  • CNPJ: é a Certidão Nacional de Pessoa Jurídica ou “certidão de nascimento” da sua empresa. Porém, antes, para consegui-la, você necessitará da obtenção do seu Código CNAE (código referente à atividade exercida pela sua empresa) e, assim, a depender da sua Natureza Jurídica,buscar a orientação de um serviço de contabilidade para obtê-lo;
  • Inscrição Estadual: a sua Imobiliária precisará dessa inscrição, pois será através dela que o Município controlará a quantidade de comerciantes existentes e, assim, cobrará os impostos devidos;
  • Contrato Social: após obter o CNPJ junto à Receita Federal, um contador com expertise no assunto irá elaborar esse documento para, assim, na Junta Comercial, Receita Federal, Prefeitura da sua Cidade e no CRECI, solicitar o reconhecimento do órgão. Saiba que nesse documento constará o Capital Social, Nome dos Sócios, Atividade da Empresa, Endereço, etc;
  • Alvará da Prefeitura: para o funcionamento legal da sua Imobiliária, você necessitará desse documento, o registro na Receita Federal, o Documento dos Donos e o Contrato Social.

Reitero: esses são apenas os principais documentos para a Abertura da sua Empresa de Corretagem Imobiliária. Assim, o ideal é que você busque o auxílio de um profissional contábil para que otimize o seu tempo na abertura da empresa.

Você concorda comigo que as etapas e processos a serem realizados para a Abertura de uma Empresa de Corretagem são inúmeros?

Se você pensou que a Abertura da sua Imobiliária ocorreria em um piscar de olhos e que você poderia realizá-la dessa forma por conta própria, sinto lhe dizer: você estava completamente enganado!

Portanto, saiba que se você deseja focar no seu core business (atividade-fim), precisará antes de tudo otimizar seus processos, principalmente, aqueles ligados às suas obrigações secundárias.

Isso possibilitará uma economia absurda do seu ativo mais precioso, seu tempo. Dessa forma, você dará ainda mais atenção à obtenção de clientes e à consistência do seu empreendimento.

Por isso, me responda o seguinte: quem não deseja ter acesso à todas essas possibilidades?

Quem não deseja se livrar de todos os problemas que a burocracia envolvida no processo de Abertura de uma Empresa de Corretagem Imobiliária lhe impõe?

Você consegue imaginar toda a ansiedade, agonia, angústia e incerteza envolvidas nessa situação que, quase sempre, a burocracia gera na vida daqueles que desejam empreender, né?

Assim, como disse no começo, reitero: o objetivo, aqui, ultrapassa a Abertura da Imobiliária. Afinal, a saúde financeira da sua empresa se refletirá na sua saúde pessoal. Ou seja, seguindo essa ordem, cuidar de uma é automaticamente cuidar da outra. O revés, sem o acompanhamento de um serviço de contabilidade inteligente, é improvável de acontecer.

Sabia que podemos lhe ajudar? Entre em contato agora mesmo e saiba como a Miragers Serviços ContábeisClique aqui e envie uma mensagem via whatsapp.

Somos uma Empresa Contábil no Rio de Janeiro com escritório de contabilidade na Taquara e também no Centro, especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @miragersoficial

Acesse nosso Instagram: @miragersoficial

×